quinta-feira, 29 de setembro de 2011

É Possível Andar Com Deus!

"...Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus."
 Gênesis 6:9
A história de Noé aconteceu após Deus avaliar  a maldade do homem que se multiplicava na terra.
No cap. 6 de Gênesis, de 1 a 7, podemos observar a “corrupção do gênero humano”.  Então Deus (como já estava em seus planos, pois Ele é onisciente) decide fazer desaparecer o homem e toda criação da face da terra.
 Mas no versículo 8 lemos:
"Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR." Gênesis 6:8
Noé era homem justo , íntegro e temente a Deus.  Mas era homem como nós, pecador como nós.  Porém Deus salvou Noé como Ele nos salva: com um dom gratuito e incondicional.  Acaso algum de nós foi salvo por mérito?  Fizemos ou fazemos algo que nos torne merecedores da salvação?  A resposta é não.  Mas a Palavra afirma que
Noé andava com Deus.

Houve um homem na bíblia que teve o privilégio de andar literalmente com Deus. Ele desfrutou da intimidade com Deus, a ponto de passear com Ele no Jardim do Éden: Adão.

"E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim." Gênesis 3:8

Mas  esse privilégio acabou, quando Adão e Eva praticaram o pecado da desobediência.
Vejamos"

"Então disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente,
O SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado." 
Gn 3:22 e 23





Imaginem só o homem com a sabedoria do bem e do mal, comendo da árvore da vida e tendo vida eterna! Imaginem na realidade em que estamos vivendo, onde impera a corrupção, a maldade, a perversidade, a promiscuidade, que vemos pelos noticiários diariamente, acontecendo por toda a eternidade!  Estamos vivendo dias em que percebemos o cumprimento da Palavra: 

"E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará." Mateus 24:12

Temos visto pais jogando seus filhos pela janela, netos matando os avós, filhos  planejando e assassinando seus pais enquanto dormem, homens espancando ou matando suas mulheres,  a pedofilia sendo mostrada a cada dia cada vez mais, mães entregando suas filhas para receberem alguns trocados...Em fim, o amor está esfriando no mundo.  As pessoas se matam por causa de uma fechada no trânsito, por um tênis ou por coisa nenhuma, apenas por prazer .

E aqui, quando Deus expulsa Adão e Eva do Jardim do Éden, acontece um marco da posição do homem em relação a sua intimidade com Deus. O homem se separa, se desliga da sua comunhão com Deus.

Mas o homem sem Cristo não viverá para sempre:

 "Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo."I Corintios 15:22

Mas no texto inicial, nós lemos que Noé andava com Deus.
Isso nos remete  ao entendimento que em meio a humanidade  que transgredia naquela época, Noé era diferente, ele tinha comunhão com Deus e vivia os preceitos de Deus. Por isso ele foi  separado por Deus para recomeçar a humanidade após o dilúvio.

Depois de Noé, Deus só andou literalmente entre nós, através de Jesus. Durante 33 anos, tivemos nosso amado entre nós, que  mostrou-se como Messias, o filho de Deus, fazendo milagres e ensinando os que quiseram ouvi-lo, só por três anos.

Mas os planos de Deus são perfeitos e quando Jesus foi crucificado por amor de nós, foi para cumprir os planos de Deus: religar o homem a Deus, restaurando a comunhão direta com Ele através de Jesus  e para mostrar que a ressurreição é real que  é possível; e que todos aqueles que receberem Jesus como único Senhor e Salvador, também ressuscitarão e viverão com Ele na eternidade.
Isso é bom demais, é amor demais! Não se perca do maior benefício que o homem pode fazer por si mesmo!  Não despreze o maior tesouro que um ser humano pode adquirir graciosamente!
Com carinho, 
Soraya Barros 
                                                                                                                             
                                                                          



terça-feira, 27 de setembro de 2011

Titanic-Depoimento de Conversão

Existem momentos em que a Palavra de Deus, seja pregada na igreja com você presente, lida, ouvida através das mídias disponíveis, seja cantada em louvores,  impactam a nossa vida.
Nesse domingo 25 de setembro, mais uma vez Deus se fez presente através do Espírito Santo e falou conosco de forma maravilhosa.  A igreja  quebrantou-se em choro de louvor e adoração e a Palavra encheu aquele lugar de forma que nenhum de nós seremos os mesmos a partir daquele domingo.
Há muito que contar. Com certeza falarei em outros momentos sobre os enfoques dado a Palavra, mas hoje, devo iniciar com a introdução feita pelo pregador daquela noite, Pr. John Mc Alister da ICNV – Igreja Cristã Nova Vida, Catedral http://www.icnvcatedral.com.br/.
Gostaria de ser o máximo fiel a ilustração feita pelo Pr. John, e por esse motivo, vou citar algumas partes da introdução do livro de onde ela foi tirada: “Evangelho e Evangelização”

A história é de “John Harper”, nascido em Glasgow. Tornou-se Cristão em 1872 aos 14 anos e aos 17 saía pelas ruas pregando o Evangelho de Cristo, após seu trabalho num moinho.
Mais tarde, em 1896, Harper começou sua própria igreja.
Ele teve uma vida com vários incidentes, além de perder sua esposa, que faleceu deixando-lhe sua filha, “Nana”.
Sendo um evangelista, foi convidado para reunião  nos Estados Unidos. Partiu então de navio, da Inglaterra, com sua filha Nana de seis anos e uma prima.

“O que aconteceu depois disso, sabemos principalmente de duas fontes. Uma das fontes é Nana que morreu em 1986, aos 80 anos de idade.  Ela lembrava que havia sido acordada por seu pai algumas noites do início da viagem.  Era quase meia noite, e ele disse que o navio em que estavam havia batido num iceberg.   Harper  lhe disse que outro navio estava vindo para resgatá-los, mas, por precaução, ela a colocaria em m bote salva vidas com uma prima mais velha, que os acompanhava.  E, quanto a ele, esperaria até que o outro navio chegasse.” (p.16 )  

 Essa história é conhecida por todos nós, pois foi a tragédia do famoso Titanic.  Só sabemos dos fatos ocorridos, pois Nana e sua prima se salvaram. Também soubemos sobre o que aconteceu que com Harper, pois um homem relatou como se convertera a Jesus. 
Numa reunião de oração em Ontário, um rapaz às lágrimas contou como foi alcançado pelo Espírito Santo. Estava esse jovem também no Titanic, agarrado a escombros na água gelada e de repente, uma onda trouxe um homem até ele, agarrado também em escombros. Era Harper.
         
 “Ele gritou: ‘Homem, você é salvo’?”
            “Não, não sou, eu respondi”
            “E Ele gritou de novo: ‘Creia no Senhor Jesus Cristo e você será salvo’.”
“As ondas levaram  [Harper], mas, pouco depois, ele foi trazido de volta para o meu lado. ‘Você está salvo agora?’, perguntou em voz alta.”
             “Não, eu respondi. ‘Creia  no Senhor Jesus Cristo e você será salvo’.”
             “Então, soltando o pedaço de madeira, [Harper]  afundou.  E ali, sozinho na noite, tendo mais de três quilômetros de água abaixo de mim, eu confiei em Cristo como meu  Salvador.  Sou o último convertido de John Harper.” (p. 17,18)

É certo que é difícil ser um homem tão dedicado, preocupado, responsável com o chamado conferido a cada um de nós; Pregar o evangelho a todas as pessoas.
“E disse-lhes: "Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas.” Mc 16:15
Como as pessoas vão conhecer Jesus, se não formos nós  a pregar o evangelho?

13-...porque "todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. (precisamos levar as Boas Novas às pessoas, do contrário como irão conhecer Jesus)14- Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar?(se não falarmos do amor de Deus que enviou seu filho unigênito para derramar seu sangue por amor de nós na cruz, como serão  alcançados pelo Espírito Santo?) E como ouvirão, se não houver quem pregue?(se não assumirmos o que a nós foi conferido:pregar e fazer discípulos, como as pessoas ouvirão o Plano de Salvação  através de Jesus, o único caminho que nos leva a Deus!) Romanos 10:13,14
(as observações em azul foram feitas por mim)
                                                                                               
É verdade que não somos como “John Harper”, que passou sua vida preocupado em levar as boas novas a todas as pessoas. Não somos como ele que não se preocupou em tentar salvar-se do naufrágio do Titanic, e ao invés disso, pregou pela última vez demonstrando que sabia o quanto  cada vida salva é importante para Deus.  Não somos como ele, mas quem disse que não podemos ser?
Pensemos bem em que somos nós e para que fomos criados.  Façamos planos para evangelizar todos os dias das nossas vidas!
Com carinho,



sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Isso é Fato!!! Não Esqueça!

O final de semana está chegando! Tem culto jovem no sábado, muito louvor e adoração em seguida o domingo; dia que dedicamos inteiramente a Deus. Estaremos juntos, o corpo de Cristo em comunhão.  Logo após o culto, gostamos de sair juntos ou mesmo ficar na igreja rindo e conversando.  Você deve saber o que é isso.  Esse desejo sincero de estar juntos aos irmãos, amigos muito amados.  Mas preciso lembrar a todos, que essa liberdade e alegria que temos infelizmente não é para qualquer um e os que podem desfrutá-la estão tornando a vida e o testemunho do cristão muito desconfortável, além de sair do foco principal que é a vontade do Pai para nossas vidas.
As pessoas andam discutindo se é melhor congregar na igreja institucional ou em grupos em residências.  Alguns debatem sobre batismo por aspersão ou por imersão; batismo de crianças ou só adultos que tem consciência do pecado? Outros que tipo de instrumento pode ser tocado ou não nos louvores. Líderes publicamente difamam irmãos e disputam poder e fama. E enquanto isso, irmãos em Cristo de diversas partes do mundo, estão sofrendo violência e até morrendo para não negar Jesus. Que pequenez!
Preciso que você veja ou reveja, o que nossos irmãos estão vivendo:



A Bíblia nos relata que Pedro e João estavam indo ao templo quando um aleijado pediu-lhes esmola, ao que Pedro respondeu: "Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isto lhe dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ande"At  3:6. O homem imediatamente ficou de pé e andou.
O povo ficou maravilhado, mas logo chegaram  os sacerdotes, o capitão da guarda do templo e os saduceus, que os agarraram e os prenderam, pois estavam ensinando sobre a ressurreição de Jesus.
No dia seguinte, Anãs, o sumo sacerdote mandou que viessem e os interrogou, perguntando com que poder ou nome de quem eles fizeram tal proeza com o aleijado.

Então Pedro, cheio do Espírito Santo, disse-lhes: "Autoridades e líderes do povo! Visto que hoje somos chamados para prestar contas de um ato de bondade em favor de um aleijado, sendo interrogados acerca de como ele foi curado,saibam os senhores e todo o povo de Israel que por meio do nome de Jesus Cristo, o Nazareno, a quem os senhores crucificaram, mas a quem Deus ressuscitou dos mortos, este homem está aí curado diante dos senhores”.Atos 4:8 a 10
E continuou:

Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos". Atos 4: 12

Discutindo entre eles, os sacerdotes resolvem soltá-los, fazendo a recomendação que eles não falem a mais ninguém sobre Jesus... “Mas Pedro e João responderam: "Julguem os senhores mesmos se é justo aos olhos de Deus obedecer aos senhores e não a Deus. Pois não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos".
Depois de mais ameaças, eles os deixaram ir”. Atos 4: 19 a 21

Pedro e João voltaram para seus companheiros e “Ouvindo isso, levantaram juntos a voz a Deus, dizendo:
 Ó Soberano, tu fizeste os céus, a terra, o mar e tudo o que neles há! Tu falaste pelo Espírito Santo por boca do teu servo, nosso pai Davi: " Por que se enfurecem as nações, e os povos conspiram em vão? Os reis da terra se levantam, e os governantes se reúnem contra o Senhor e contra o seu Ungido. De fato, Herodes e Pôncio Pilatos reuniram-se com os gentios e com o povo de Israel nesta cidade, para conspirar contra o teu santo servo Jesus, a quem ungiste...
 Agora, Senhor, considera as ameaças deles e capacita os teus servos para anunciarem a tua palavra corajosamente. Estende a tua mão para curar e realizar sinais e maravilhas por meio do nome do teu santo servo Jesus"

At  4:24 a 27 e 29 a 30

Eu confesso que tentei finalizar com uma oração mas ao ler novamente os versículos acima, percebo que a Palavra de Deus já o fez!
Escreva num papel e cole próximo ao lugar onde faz suas orações como lembrete; “orar pelos amados perseguidos”  Nós precisamos ficar ligados através do Espírito com eles, mas também podemos nos envolver diretamente, escrevendo-lhes cartas e contribuindo financeiramente.  O Ministério Porta Abertas, facilita para que façamos parte dessa missão.
www.portasabertas.org.br/
Envolva-se!  Faça a obra que Deus os conferiu!  Missionário também é aquele que não podendo estar no campo, abraça a causa se compromete  com ela na medida do seu chamado e possibilidades. Visite o site


Veja os lugares onde nossos amados estão sendo perseguidos,  presos e mortos.


 Sinta por eles, chore por eles, dobre seus joelhos e peça a Deus por eles, ame-os como a ti mesmo!
Um abraço carinhoso desta que já abraçou a missão!
Soraya Barros

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Cuide de Sua Vida! Rápido!


 Tenho visto muitas situações no meio cristão, que me deixam deveras envergonhada.  Elas sempre existiram, mas atualmente, com a facilidade dos meios de comunicação, praticamente em tempo real; tem se difundido muito mais. Não vou usar espaço precioso para mencionar ou exemplificar nenhuma dessas situações escandalosas e abomináveis.  Quero usar o nosso tempo de dedicação à reflexão, para avaliarmos a nós mesmos, para repensarmos a nossa vida com Deus.
É evidente que não  há melhor maneira de fazer essa reflexão, do que com as Palavras que nosso Pai deixou, justamente para que aprendêssemos o que Ele quer nos ensinar. Devemos  nos preocupar com nosso crescimento no conhecimento e na aplicação dos preceitos de Deus para nossas vidas. E pelos homens e mulheres que achincalham o evangelho, devemos apenas orar.
Veio à minha mente, como inspiração de Deus para esse texto, uma passagem da vida de Davi:

Numa primavera, época em que os reis costumam ir às batalhas, Davi permaneceu em Jerusalém, mandando Joabe com seu exército em seu lugar.
Numa tarde, Davi levantou-se da cama e passeando pelo terraço avistou uma mulher muito bonita tomando banho.  Procurou saber quem era a mulher: Era Bate-Seba, casada com Urias, que encontrava-se na guerra com Joabe e o exército.
Davi então mandou que a trouxessem e deitou-se com ela. 
Bate-Seba engravidou e mandou dizer isso ao rei Davi.  Este, mandou chamar  através de Joabe a Urias, marido de Bate-Seba. Mandou-o para casa e enviou-lhe presente, mas Urias não foi para casa por achar-se comprometido com os outros homens que estavam na batalha.  Não quis Urias o privilégio de dormir e comer em sua casa, estar com sua mulher, preferindo ficar com os outros na porta do palácio, como era de costume.
Aí penso eu:  Caso Urias fosse para casa e dormisse com sua mulher, poderia-se justificar a gravidez de Bate-Seba.  Mas a fidelidade de Urias com seus companheiros, fez com que Davi estendesse ainda mais sua teia de pecado. E então, premeditadamente, enviou Urias para frente de  batalha, escrevendo uma carta para Joabe;

"Ponha Urias na linha de frente e deixe-o onde o combate estiver mais violento, para que seja ferido e morra".2 Samuel 11:15

E assim aconteceu e quando Bate-Seba soube da morte de Urias, chorou.

“Passado o luto, Davi mandou que a trouxessem para o palácio; ela se tornou sua mulher e teve um filho dele. Mas o que Davi fez desagradou ao Senhor.”
2 Samuel 11:27
É  evidente que Deus não ia se agradar de semelhante atitude. O pecado é abominado por Deus.  Davi cobiçou o que não era seu (a mulher do próximo), consumou o adultério, gerou uma vida nesse ato,  Tentou remediar a situação trazendo-o de volta e não conseguindo seu intento, assassinou  Urias, o marido de Bate- Seba; enviando o com recomendação para frente de batalha.

“Abismo chama abismo ao rugir das tuas cachoeiras; todas as tuas ondas e vagalhões se abateram sobre mim.” Sl 42:7


Tentando resumir o final dessa história, Deus envia à Davi o profeta Natã, que através de uma parábola, faz com que Davi julgue  e condene a si mesmo.

Por que você desprezou a palavra do Senhor, fazendo o que ele reprova? Você matou Urias, o hitita, com a espada dos amonitas e ficou com a mulher dele. Por isso, a espada nunca se afastará de sua família, pois você me desprezou e tomou a mulher de Urias, o hitita, para ser sua mulher'. "Assim diz o Senhor: 'De sua própria família trarei desgraça sobre você. Tomarei as suas mulheres diante dos seus próprios olhos e as darei a outro; e ele se deitará com elas em plena luz do dia. Você fez isso às escondidas, mas eu o farei diante de todo o Israel, em plena luz do dia' ".Então Davi disse a Natã: "Pequei contra o Senhor!" E Natã respondeu: "O Senhor perdoou o seu pecado. Você não morrerá. Entretanto, uma vez que você insultou o Senhor o menino morrerá".Depois que Natã foi para casa, o Senhor fez adoecer o filho que a mulher de Urias dera a Davi.” 2 Samuel 12: 9 a 15

 “E Davi implorou a Deus em favor da criança. Ele jejuou e, entrando em casa, passou a noite deitado no chão. Os oficiais do palácio tentaram fazê-lo levantar-se do chão, mas ele não quis, e recusou comer. Sete dias depois a criança morreu. Os conselheiros de Davi ficaram com medo de dizer-lhe que a criança estava morta...” 2 Samuel 12: 16 a 18 (a)

“Quem procede com integridade viverá seguro, mas quem procede com perversidade de repente cairá.” PV 28;18

Davi, porém, percebeu que seus servos cochichavam entre si, e entendeu que a criança havia morrido; pelo que perguntou a seus servos: Morreu a criança? E eles responderam: Morreu. Então Davi se levantou da terra, lavou-se, ungiu-se, e mudou de vestes; e, entrando na casa do Senhor, adorou. Depois veio a sua casa, e pediu o que comer; e lho deram, e ele comeu.”
 2 Samuel 12: 19 e 20

Somos apenas o vaso
Desci, pois, à casa do oleiro, e eis que ele estava ocupado com a sua obra sobre as rodas. Como o vaso, que ele fazia de barro, se estragou na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme pareceu bem aos seus olhos fazer. Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.” Jeremias 18 : 2 a 6

Queridos, Davi reconheceu seus erros quando o profeta Natã falou-lhe em nome de Deus.  Foi quebrantado quando sentiu  que seus erros teriam grandes conseqüências para sua vida e dos que ao seu redor estavam. Mas para isso acontecer, Deus precisou fazer como oleiro e quebrar aquele vaso (Davi) em caquinhos muito pequenos, a fim de refazê-lo.
Tenho visto além da minha vergonha, a indignação que é provocada no meio do povo de Deus através de pessoas que se dizem cristãos, que se dizem com a verdade, que se dizem possuidores dos maiores títulos e que não se lembram que nosso Deus é um Deus de amor mas também de Justiça e Poder
Devemos nos preocupar com nosso crescimento no conhecimento e na aplicação dos preceitos de Deus para nossas vidas. E pelos homens e mulheres que achincalham o evangelho, devemos apenas orar.


...Mas o que Davi fez desagradou ao Senhor.” 2 Samuel 11:27

Mas o  que esses irmãos fazem, desagrada o Senhor.  
Mas o que fazemos de errado, também desagrada o Senhor.




Deixemos o oleiro cuidar dos vasos! Davi com todos os seus erros, foi quebrado e refeito e essas pessoas também podem ser refeitas pelo oleiro.  Da mesma forma  cada um de nós, com nossos erros e pecados que não aparecem nos  jornais, nem nas revistas nem na internet.

Com muito carinho,
Soraya Barros




segunda-feira, 19 de setembro de 2011

ALGUÉM TEM ALGO CONTRA TI VAI E PEDE... PERDÃO ???

Ilustrando:  Uma pessoa de nome desconhecido, estava passando numa rua totalmente desconhecida, e uma mulher que nunca descobriu-se quem era, tirou seu guarda chuva de dentro de sua bolsa e começou a desferir golpes de “guardachuvadas” no pobre.    Falou mal e proferiu alguns impropérios, diante do desconhecido todo “enguardachuvado” deu-lhe as costas e saiu.
Pergunta: Esse homem que apanhou até não poder mais, sendo conhecido dessa mulher. Mesmo sem saber por que apanhou, deve procurá-la e pedir perdão?
Outra: Dois homens vinham conversando pela rua, não se sabe nem importa o assunto, quando um deles de forma repentina partiu com um soco “prá dentro” do queixo do outro, pegou o caminho contrário e saiu gritando que estava indo, pois não queira perder mais a cabeça. O agredido ficou pasmo, boquiaberto e com o queixo doendo, não entendeu nada.
Pergunta: Teria o agredido que pedir perdão pelo seu queixo ser tão duro e talvez ter machucado a mão do agressor?
Última: Uma irmã da igreja percebe que a outra passa por ela já algum tempo, sem cumprimentá-la e quando pode desvia o caminho. Ela tem absoluta certeza que não fez nada com essa irmã para que a evite.
Pergunta: Deve a irmã, digamos “desprezada”, pedir perdão por “coisa nenhuma” a outra?
Ah! Ser humano. Coisa mais difícil é pensar com o pensamento de Deus.  É perguntar a si mesmo, o que será que eu posso ter feito, mesmo que eu não saiba ou não tenha percebido para levar “guardachuvadas”, soco no queixo ou ser desprezada?
Seria tão mais fácil se olhássemos no espelho e perguntássemos para nós mesmos: Quem sou eu que não possa errar sem perceber? Quem sou eu que não possa ter falado algo que ofendeu meu irmão e não lembrar?  Quem sou eu que não dou atenção aos meus irmãos devidamente a ponto de fazê-los sentirem-se desprezados? Que dono da verdade sou eu que não reflito no que ouço e saio como um tanque de guerra atropelando todo mundo dizendo o que penso ou fazendo minha soberana vontade? Quem sou eu que me escondo na timidez e introspecção e depois quero cobrar  das pessoas atenção? Ai, quem sou eu, quem sou eu, quem sou eu!!!!
Verdade seja dita, a Bíblia não diz que temos que ir ao irmão ofensor e pedir perdão.  Afinal você  “não fez nada!!!”  Aliás, você nunca faz nada, não é verdade?  E é por esse motivo que seria absolutamente desnecessário e insano pedir perdão!
Veja o que diz a Palavra de Deus em três versões diferentes:

 "Se o seu irmão pecar contra você vá e, a sós com ele, mostre-lhe o erro. Se ele o ouvir, você ganhou seu irmão. (Nova Versão Internacional)
“Ora, se teu irmão pecar, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, terás ganho teu irmão;”(Almeida Atualizada)
“Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão;” (Almeida Corrigida)

Então eu não tenho que pedir perdão! (você diria para mim) Eu não  fiz nada!  Nem a Palavra de Deus ensina isso!

Quem sou eu?
 Cada um de nós nasce com um temperamento. Não vamos nos aprofundar na área científica, mas é simples de entender. Somos diferentes uns dos outros.  Reagimos de forma diferente a cada situação, que pode ser a mais simples, a mais inocente...
Vamos recordar a primeira história de violência da humanidade? A passagem em que Caim e Abel, filhos de Adão e Eva, demonstram seus temperamentos:
3 - E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao SENHOR.
4 - E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta.
5 - Mas para Caim e para a sua oferta não atentou.(a) E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante.(b)
6 - E o SENHOR disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante?
7 - Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.
8 - E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou.
9 - E disse o SENHOR a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão?  Gênesis 4: 3 a 9

Dá para perceber que Abel era bondoso, que se alegrava em ofertar e que oferecia o que tinha de melhor. Caim demonstra não ter escolhido o seu melhor para dar a Deus. Como alguém que não se importa em dar o melhor a Deus que o criou vai se importar com o próximo? (v. 3 a 5a). No v. 5 parte b, fica claro o temperamento de Caim! Irou-se e seu semblante logo demonstrou seu descontentamento, seu ódio, seu furor, sua indignação! No v.7 Deus o repreende e ensina a ele como deveria proceder. Deus nos ama, mas não aceita nossos pecados.  O certo seria dar a melhor oferta para Deus, o que Caim não fez. E Deus mostra a ele o procedimento correto: “E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar. Domínio próprio, o que muitos de nós não tem. (veja o texto
No v. 8 vemos a atitude de Caim, mesmo tendo ouvido o próprio Deus falar com ele:  mata seu próprio irmão. E no v. 9, mais traços da personalidade de Caim; dissimulado, debochado, desrespeitoso com Deus, que dirá com outras pessoas. Ter sido o primeiro assassino da história da humanidade, foi o resultado do seu temperamento descontrolado, impulsivo, desobediente e da sua falta de amor ao próximo.

Muitas vezes nos achamos corretos em nossas ações, olhamos uma situação somente por um ângulo e estamos errados sim.  Isso sem contar que às vezes você fala algo, que a seu ver não vai ofender ou atingir ou melindrar o outro e é exatamente o que acontece.
Relacionamento com outra pessoa é coisa muito delicada.  Acontece na família, com parentes, com casais, com amigos e com pessoas conhecidas; que convivemos no trabalho, na igreja, na academia, ou em qualquer lugar onde se estende nosso convívio social.
Pensamos em alguns momentos que podemos nos sentir mais íntimos, mais à vontade com alguém com quem convivemos e às vezes a recíproca não é verdadeira.  Existe um ditado que diz “O seu melhor amigo tem sempre um melhor amigo”.
Precisamos nos lembrar que a Palavra de Deus não deve ser aplicada por versículos isolados.  Estamos tratando de relacionamento, compreender o outro, de amar o próximo!  Vamos recordar o que falamos no texto passado:
"Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: Ame o seu próximo como a si mesmo” 22:37-39

E preste atenção a esse alerta de Deus:
“Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos..., tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas... dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado se não tiver amor, nada disso me valerá.”I Co 13:1 a 3
O mais importante é amar!  E amar consiste em ver o bem do outro!
Para ver o bem do outro, é necessário ser paciente, bondoso, não invejar, não se vangloriar, não maltratar fisicamente ou com palavras, não tirar proveito do outro visando seus interesses próprios, não se irar com facilidade, por qualquer motivo, não se alegrar com a injustiça e sim com a verdade.
Para amar, é preciso ser paciente e bondoso, esperar por qualquer coisa e suportar. O amor nunca perece. (retirado dos versículos de I Co 13: 4 a 7)

Exercitar praticando a Palavra de Deus no nosso dia a dia, é fazer a vontade de Deus.
Você não é obrigado a pedir perdão a alguém que lhe atacou com um guarda chuvas ou deu um soco no seu queixo, mas deve ir até ele, só entre vocês e perguntar o que houve, o que poderia ter ocorrido para que a pessoa agisse dessa forma agressiva com você.
Precisa saber por que a irmã não lhe cumprimenta mais ou qualquer questão não esclarecida. Será que inconscientemente você passou por ela na rua e não a cumprimentou?  Será que você disse-lhe algo que a ofendeu sem perceber?
Muitas vezes falamos coisas que ofendem o outro, pois não conhecemos a vida íntima das pessoas, nem o que se passa em sua mente.  Tem pessoas que não gostam de “brincadeiras”.  Faz parte da criação dela, e precisamos perceber o limite do outro.  Tem pessoas que trazem consigo traumas, históricos de agressão, de rejeição e se ofendem com facilidade!  São sensíveis! Nesse caso, devemos conversar com a pessoa para saber o que a deixou irada ou triste com você

Mas eu não sou psicólogo!...Como vou saber do limite de cada um?

“A boca do justo profere sabedoria; a sua língua fala o que é reto.” Sl 37:30

Como ter sabedoria?
“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência.” Pv 9:10

Peça a Deus!  Busque a sabedoria do alto! Tenha intimidade com o Espírito Santo que habita em cada um de nós! Ore e vigie sua boca!  Pense antes de falar!  Tenha uma postura mais formal com aqueles que não são íntimos no seu relacionamento. Não se esqueça que o fato de conviver no trabalho, na igreja, na escola; as vezes por horas seguidas  quase todos os dias, não o torna íntimo de uma pessoa.
Para encerrar, não quero que você deixe de ser natural, espontâneo, sociável.  Apenas observe melhor as pessoas  que estão ao seu redor  e exercite a moderação  e o discernimento.
Com carinho,
Soraya Barros












Música sugerida por Ana

@Hinos de louvor


quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Vitória!

As lutas da vida são muitas.  Umas maiores, outras menores; mas não menos importantes, pois são as nossas lutas.  Algumas pessoas (familiares, amigos) passam de perto, conosco as nossas lutas; outros passam por perto. Mas como de longe, alguém pode falar algo da luta que não é sua?  A luta que não viu, não esteve ali diariamente participando do sofrimento que essa luta gerava, não chorou com quem sofria na própria carne.  Como pode alguém dizer que sentiu ou sofreu o resultado da luta que não viveu?

O Amor de Deus

O amor é a síntese da lei de Deus. A Palavra de Deus diz em Mateus 22:37-39
"Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: Ame o seu próximo como a si mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas".

O ser humano talvez não seja capaz de sentir nem expressar esse amor. Mas aqueles que foram comprados com o “Sangue do Cordeiro”, receberam o Espírito Santo de Deus  que habita  em cada um. Veja as Palavras do Pai:

Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo.” Romanos 8: 9 

De fato, o Espírito Santo que habita em mim e em todos que são alcançados por Ele. Nosso entendimento passa a ser transformado, e passamos a  buscar o caráter de Cristo.   O amor que habita em nós pelo próximo é o amor de Deus, pois Deus é amor.   
Por esse motivo, é possível amar o próximo, mesmo que este não more em sua casa, não seja seu parente ou amigo. É possível sentir a dor do outro e chorar por ele, mesmo não estando ao seu lado.  E foi com esse sentimento, do amor de Deus que habita em mim, através do Espírito Santo, que resolvi escrever o que Ele colocou no meu coração .

O final da luta é uma “Vitória”.

Que morena linda! Sua chegada significou muito para todos nós!  A princesa da família!
Conhecemos através de fotos que víamos ainda na máquina! Sobrinha de amigos muito queridos, que relataram toda sua trajetória durante o curto espaço de tempo em que ela esteve conosco.
Seu nome é lindo. “Vitória” vem do Latim VINCERE, “conquistar”, “lutar, dominar, conquistar”.  E esta foi sua vida, lutando pela sobrevivência, dominando as dificuldades pelas quais passou, nos momentos em casa, no hospital... e conquistou.  Conquistou espaço nos corações de cada um de nós, que nunca a vimos pessoalmente, mas seus tios nos davam notícias a cada momento da vida de Vitória.
Tenho em mente seu rostinho.  Seu sorriso era como raios de sol, que iluminavam ao seu redor.  Seus olhos castanhos e brilhantes mostravam que Deus oportunizou a ela momentos de pura felicidade.  Foram poucos?  Quem somos nós para julgar os atos do Criador.  Entendo sim, que sua vida foi completa.  Ela realizou e continuará realizando tudo que Deus determinou para sua vida!
Existe uma afirmativa  cujo autor eu desconheço, que diz assim:
“Um homem (um ser humano) para dizer que foi realizado em sua vida, precisa plantar uma árvore, escrever um livro,  e ter um filho.”  E se esse dito fosse realmente verdadeiro, poderíamos afirmar que Vitória teve sua vida realizada, embora nesse curto espaço de tempo. 
Vitória já escreveu o livro de sua vida, de sua trajetória nesse pouco espaço de tempo.  Deixou lembranças que jamais serão apagadas das nossas memórias.  A ausência dela o nosso meio, ainda escreverá muitas histórias, das quais algumas poderemos conhecer e outras jamais saberemos.  Sua partida para os braços do Pai está deixando uma herança para tantos que a quiserem, que é uma semente sendo plantada em cada coração que se abrir para Deus, conhecendo Sua vontade soberana e os meios pelos quais Deus quer resgatar você desse mundo.  Sim, Deus quer que você conheça a vontade Dele para nossas vidas no Plano de Salvação que Ele elaborou para tirar o homem da morte eterna.
Através de Seu Filho Jesus Cristo, que derramou seu sangue na cruz pelos nossos pecados, para garantir a vida eterna aos que confessarem que Jesus Cristo é o único caminho para chegarmos a Deus.

“Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.” Jo 14:6

“Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados.” Ef 2:1

“...entregou a si mesmo por nossos pecados a fim de nos resgatar desta presente era perversa, segundo a vontade de nosso Deus e Pai...” Gl 1:4

A semente está lançada. A vitória que Deus nos garante através de Jesus, é para você, para mim e para todos que atentarem para o que Ele diz.  As árvores que Vitória plantou pela fé, é a sua vida entregue a Jesus!  Os filho que ela deixou, pela fé, é você que lendo essa mensagem, vai sentir Deus tocando em seu coração.
A vida de Vitória, eu creio, não foi em vão.  Aquele brilho de seus olhos inspiravam vida!  Ela está nos braços do Pai!  Nesses braços, cada um de nós pode estar também.

Vamos orar juntos?
 Pai amado, louvamos o Teu Santo Nome.
Sei que  Tu és Soberano e Tua vontade é perfeita.
Peço a Ti, que com Teu Espírito Santo  alcance minha vida,
E me console, dando ânimo e força para superar essa perda.
Mas foi feita a Tua vontade e quero continuar a escrever essa história,
Abrindo meu coração para ti, como único Senhor e Salvador.
Quero fazer parte dessa semeadura e tornar-me uma frondosa árvore,
Quero que minha vida dê muitos frutos no teu Reino!
Perdoa meus pecados e torna-me limpo para o louvor do Teu Nome.
Abençoa minha vida e sê comigo.
                                                     Desde já te agradeço,
                                                     Em nome de Jesus,
                                                     Amém.

Com carinho para uma família muito amada!
Soraya Barros

Ouça este louvor com seus olhos fechados e sinta o amor de Deus pela sua vida e regosije-se Nele!

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Pai, quero viver Sua oração!

A nossa oração não pode ser  feita apenas de "petições pelas nossas causas". Ela deve ser vivida através da oração que o Pai nos ensinou

(MT 6: 9 a 13 )
"Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;" 9
 Precisamos louvar a Deus com nossa vida de testemunho e santificação diária dando graças a Ele por tudo. Devemos ser conscientes que a glória de Deus não pode ser dada a imagens nem a ídolos criados pelo homem.
"Eu sou o Senhor; este é o meu nome! Não darei a outro a minha glória nem a imagens o meu louvor."
Is 42:8

"Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;" 10
Devemos saber que estamos nesse mundo, mas que somos do Reino Dele. Esse Reino, não será apenas no céu, mas começa agora quando Ele nos alcança. Quando o Espírito Santo toca em nós e reconhecemos que Jesus é o único Senhor e Salvador de nossas vidas, já fazemos parte do Reino de "Deus"
 É necessário que tenhamos convicção de que a vontade para nossas vidas  não nos pertence e deixar que prevaleça a vontade Dele sobre nós.

"Eles não são do mundo, como eu também não sou."
Jo 17:16

"O pão nosso de cada dia nos dá hoje;" 11
Não devemos andar ansiosos quanto as nossas necessidades, pois Ele nos garante a provisão. Com isso, podemos nos dedicar mais a uma vida com intimidade com Ele e a realização da Sua obra.

"Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. 
                                                          " I Pe 5:7


"E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;" 12
Precisamos pedir perdão a Ele e ser misericordioso com nosso próximo, perdoando-lhes em qualquer situação.

"Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará.Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas".  Mt 6:14 e 15


"E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre." 13
Rogar por misericórdia vivendo uma vida justa e reta, para não cairmos nas tentações que por ventura nos rodeiem; acreditando com  fé que Ele tem poder para nos livrar do mal.

"Cada um, porém, é tentado pelo próprio mau desejo, sendo por este arrastado e seduzido." Tg 1:14
"Quando alguém for tentado, jamais deverá dizer: "Estou sendo tentado por Deus". Pois Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta". Tg 1:13
  
Amém.
Devemos entender que Dele é o Reino e o que somos não é mérito nosso, mas glória Dele, para todo sempre...e eu digo sim!!! É assim que quero viver!
Carinhosamente,

Soraya Barros


 Vamos refletir juntos:
Mateus 6:9-13
Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;

Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;

O pão nosso de cada dia nos dá hoje;

E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;

E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre.
Amém.



@barrossory