quarta-feira, 27 de junho de 2012

EU PRECISO FALAR DELA


Confesso que nunca pretendi falar dela, mas tenho andado tão extasiada que mal posso conter meus sentimentos.  Peço a Deus nesse momento que me inspire de tal maneira, que eu possa traduzir cada linha escrita em meu coração, para que cada um que leia esta mensagem possa 

compartilhar pelo menos um pouco do que sinto por ela.
Tenho vivido os melhores momentos da minha vida e posso afirmar isso com muita segurança.
Estou falando da igreja do Senhor.

A igreja 
Peça teatral "A Igreja Adormecida" 06/2012

Sabemos que a “igreja” somos nós e não as quatro paredes de um “templo”.  Mas somos um número que não caberia num espaço pequeno e por isso estamos reunidos num local alugado. Um prédio, onde dá para colocar as crianças em salas com mobiliário apropriado, onde tem um espaço mais amplo para os adultos reunidos adorarem a Deus cantando louvores, expressando todo seu amor a Deus com liberdade, ordem e decência.
Peça teatral "A Igreja Adormecida" 06/2012
Não há  nada diferente lá, que não possa ser comparado com a igreja primitiva.  Eu disse “comparado” pois igual jamais seria, visto que tantos anos se passaram e hoje temos algumas diferenças que só contribuem para a melhoria do estudo e pregação das Escrituras Sagradas.
Mas o que diz respeito  a união do corpo de Cristo, a intimidade e amizade; digo mesmo, o amor que há entre nós, nos dá a certeza de que o Espírito Santo está conosco e que tem aprovado tudo que temos feito.

Família
Somos mesmo, de verdade uma família.  Temos compartilhado nossas alegrias e momentos difíceis. Meu marido e eu somos um casal levantado por Deus para ouvir e compartilhar com as famílias que  lá se encontram, o consolo, o alerta, a aprovação ou não; dentro da Palavra de Deus, com a ajuda do Espírito Santo.  Para isso, estudamos a Palavra de Deus de forma séria e comprometida com a verdade.

Grupo "Vozes que Adoram" Páscoa 2012
Realizamos  nossos cultos a Deus com racionabilidade , com ordem, com o momento de orar e louvar, adorando o nosso Pai querido e na hora em que o Espírito Santo vai nos falar usando a vida do Pastor da igreja; através da Palavra de Deus, apenas ouvimos com atenção, glorificando e assentindo de forma educada sem manifestações “sobrenaturais” de natureza alguma; pois como eu disse, o Espírito Santo já está usando o pastor para a pregação da Palavra de Deus para sua amada igreja.
Nossas crianças, como já disse, ficam num espaço separado, preparado para elas com mobiliário apropriado ao seu tamanho e aprendem a Palavra que é adequada  a sua faixa etária e capacidade de compreensão.
Também faz parte das nossas ações, o evangelismo de porta em porta, em locais púbicos onde o evangelho é difundido de forma ampla e irrestrita. (“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” Mc 16:15)

Amor

Existe um clima de amor entre nós tão grande, que dificilmente voltamos para casa logo que o culto acaba.  A maioria quer ficar e conversar. Sempre o violão recomeça com louvores, as crianças correm de um lado para o outro sob a supervisão de seus pais e lá ficamos por mais algumas horas.
Muitas vezes saímos para um lanche no entorno da igreja e lá ficamos conversando, rindo e brincando.  Quem nos observar de longe vai perguntar a si mesmo o porquê de tanta alegria e de onde ela vem.

Reforma
Também fui movida a escrever estas palavras, por que  tenho  visto e conhecidos irmãos em Cristo, que desistiram “dessa” igreja.  Realmente muitos tem a intenção sincera em seus corações (pelo menos os que conheço pessoalmente)  de congregar sem correr o risco de serem enganados com heresias, roubados com campanhas e apelos fraudulentos e  egocêntricos.            
A “Igreja de Cristo” precisa sim de uma “reforma”, mas acredito firmemente que esta não é agrupar-se em suas casas e cuidar de seus grupos.  Este não é o “modelo do futuro” que irá  salvar as pessoas dos “vendilhões do templo”. 
A reforma precisa começar dentro de cada um de nós, entendendo que precisamos aprender mais das Escrituras Sagradas para não sermos enganados.  
Seja em qualquer  lugar onde congreguemos. Inclusive nos cultos dos lares dos chamados “desigrejados”. Não uso de forma alguma a palavra pejorativamente e sim fazendo referência ao modo como ouço falar e leio nas mídias.. 
Não há garantias que no futuro não tenhamos “vendilhões do templo” também entre os líderes que estarão à frente  das “reuniões em casas de boas famílias”.  Isso sem falar no fato de que não podemos nos preocupar só com “nosso grupo”, pois precisamos amar o próximo como a nós mesmos e saber-se seguro pois conhece os que estão em sua casa o por que conhece o seu líder, não garante a integridade da “igreja em casa”. Só garante a integridade da sua congregação.


Alerta
Caso você que esteja lendo este texto, sinta em seu coração que o lugar onde congrega seja qual for o nome da igreja; não está ensinando a Palavra de Deus corretamente (e para isso você precisa conhecê-la), fique alerta.  Peça ajuda ao Espírito Santo e ore muito.  Busque conhecimento da Palavra de Deus e um relacionamento com Ele. Somente se relacionando com o Espírito Santo você poderá ouvi-lo falar ao seu coração. 
Para nos relacionarmos com Ele, é preciso conhecer a Palavra, vivê-la; tendo e dando testemunho de vida íntegra, de moral inquestionável.
 
Minha Igreja
Coreografia do dia das mães grupo Águas Vivas"

Repito que nunca pretendi falar dela.  Mas estou em êxtase e posso garantir a você que não é uma paixão, uma grande inclinação ou predileção passageira.  É o amor de Deus que habita em mim e consigo exteriorizá-lo pelas ovelhas do Senhor, minha família em Cristo Jesus. Não posso falar pelo meu marido, o Pr. Jorge Barros, mas posso testemunhar que vejo isso nele, aprendo isso também com ele e quando fito seus olhos, vejo o brilho inconfundível do amor de Deus. 
2012
  
Com amor do Pai,
Soraya Barros

segunda-feira, 25 de junho de 2012

O PERFUME QUE MUDA SUA VIDA

“Por que este desperdício de perfume? Ele poderia ser vendido por trezentos denários, e o dinheiro ser dado aos pobres”. E a repreendiam severamente. “Deixem-na em paz”, disse Jesus. “Por que
a estão perturbando? Ela praticou uma boa ação para comigo."
 Marcos14: 3-6
Muitos acham questionável  o ato de Maria de Betânia, por gastar um óleo precioso, que valia uma quantia considerável para a época.
 No texto de João 12:1 – 8, sabemos que o questionador do texto, sobre o desperdício, foi Judas Iscariotes. Este era o que cuidava das finanças e sempre que queria, roubava para si o que continha na “bolsa”.
As duas colocações acima, nos fazem refletir em quem somos nós:
Frasco de perfume da época de Jesus
No Reino de Deus, precisamos ficar atentos aos nossos atos, aos nossos posicionamentos, as nossas escolhas, a nossa forma de agir e de pensar.
Aliás, a forma de pensar precisa ser digna e aprovada por Jesus. Não cabe mais a nós, pensar e agir como Judas Iscariotes; que só olhava para si mesmo e não media as palavras que dizia; pois seu intuito era de justificar-se e aos seus atos. Não pode mais fazer parte da vida de um cidadão do Reino de Deus, ser egoísta, mesquinho, voltado para si mesmo.
Maria, irmã de Lázaro, que vivia em Betânia; escolheu demonstrar a postura e uma mulher de Deus.
 Seu ato foi tão instrutivo, que o próprio Jesus, recomendou que onde fosse pregado o evangelho por todo mundo, fosse contado o que ela fez.
Ela nos ensina o que é doar-se sem restrições; o que é ter um coração generoso; importando-se em fazer o certo e não o que outros julgam ser o certo. Ela nos ensina o que é amor incondicional e com humildade, quando usa seus cabelos, assentada no chão para secar os pés de Jesus. Ela nos mostra que o calar e fazer o que é certo, é melhor do que se defender ou querer justificar seu ato.
Na verdade o que Jesus quer de nós no Reino, é que tenhamos amor verdadeiro para com o nosso próximo. Isso implica em ter cuidado com nosso irmão; pensar antes de falar uma palavra com ele, que poderá magoá-lo. Não pensar de forma egoísta visando fins próprios ou auto defesa pelos seus atos impuros ou incorretos, (como Judas tentando desfazer-se do ato de Maria e justificando suas palavras com uma mentira que seria de “doar aquele dinheiro aos pobres”).
O que Jesus quer de nós, quando diz “amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a ti mesmo”, e que pensemos no outro, como se fosse em si mesmo; que compreendamos o outro, como se fossemos nós; que nos relacionemos com o outro, como gostaríamos que se relacionassem conosco. Pois cada vez que fazemos o bem ou o mal para outrem, o fazemos para Cristo
"Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá:
Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes." Mateus 25:35-40

Reflita agora sobre seu relacionamento com o próximo no Reino de Deus!
Com amor em Cristo

Soraya Barros



sexta-feira, 22 de junho de 2012

AMOR E CHOCOLATE

Quinta-feira, dia 21 de junho, tivemos o prazer e privilégio de receber  o Pastor Marcelo Maia e sua esposa Adriana; da ICNV - Catedral; no Recreio dos Bandeirantes, RJ. Seu blog:
Foi um "Encontro Romântico", atividade que realizamos com as  ICNV de Sta. Crus, Monteiro e Vila Nova.
Tem sido uma oportunidade maravilhosa, abençoada por Deus; onde  muitos casais se "recordam" do que é "namorar", trocar olhares apaixonados, sair para jantar com sua esposa, sem filhos, sem preocupações, e principalmente ouvir a Palavra abençoada, que faz toda diferença nas nossas vidas.
Fizemos algumas dinâmicas, onde percebemos o quanto o ser humano gosta de brincar, de rir, sem medo de se expor; simplesmente por que rir e brincar não é proibido. Muito pelo contrário, o encontro proporciona momentos para você esquecer "lá fora" e se concentrar em ser feliz de forma despreendida.  Momentos que fazem a cada um de nós, focar somente na nossa relação com nosso "amor". Tudo é claro com muita organização e  a unção do Espírito Santo, convidado especial dessa comunhão.
Pr. Marcelo Maia  trouxe a Palavra de Deus que está no Salmo 90, do quaL destaco o verso 10.

"Os anos de nossa vida chegam a setenta, ou a oitenta para os que têm mais vigor; entretanto, são anos difíceis e cheios de sofrimento, pois a vida passa depressa, e nós voamos!"
O tempo passa realmente muito depressa!  É necessário que utilizemos esse tempo com sabedoria. 
No que se refere ao nosso casamento, devemos buscar viver sob a direção de Deus e para isso, precisamos convidar e deixar que o Espírito Santo faça parte dessa relação; pois somente assim teremos um   casamento alicerçado, fortalecido,  resguardado pelo nosso Pai.  
Ainda que os momentos não sejam somente de alegrias, um relacionamento feito com o "cordão de três dobras" resistirá.
"E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa." Ecl 4:12

 "Esteja sobre nós a bondade do nosso Deus Soberano. Consolida, para nós, a obra de nossas mãos; consolida a obra de nossas mãos!"Salmo 90:17

 Para você que não pode estar á conosco, deixo aqui um dever de casa:

Leia para o  seu amor  pedindo que ele olhe em seus olhos e depois ele lerá para você enquanto olha nos olhos dele.Re pitam cada palavra de verdade, com o coração e renove seus votos um com o outro.
Depois, façam esta oração:

Senhor nosso Deus e Pai,
Sabemos como é difícil viver à dois.
Pedimos-lhe que venha fazer parte da nossa união,
pois reconhecemos nossa incapacidade,
de ser felizes e realizados sem Sua presença.
Queremos pedir perdão um para o outro,
Recomeçando de agora, 
um relacionamento na Sua presença.
Esteja no nosso lar, ajudando-nos com Seu amor infinito e fortalecendo nossa união.
Desde já agradecemos,
Em nome de Jesus,
amém.
(podem se beijar)
  
Com  carinho, 

Soraya Barros
Veja algumas fotos do encontro e se quiser participar do próximo, envie seu e-mail que he enviarei um convite!



segunda-feira, 18 de junho de 2012

CONVERSÃO NO CARNAVAL

O mar da Ilha grande, batendo nas areias que brilhavam, refletidas pelos raios de sol que já se punha, encantariam a qualquer ser humano que lá estivesse.
Mas eu estava muito triste. Havia uma desilusão em meu coração em relação ao meu relacionamento com o homem que tanto amava.
Havia muito amor, mas o amor mais intenso não é suficiente para alicerçar o relacionamento de um casal.
Estávamos acampados naquela ilha com uma paisagem linda que eu contemplava da barraca onde estava instalada. Estava sozinha enquanto o meu amor e as crianças brincavam nas areias daquele cenário magnífico preparado por Deus. 
A tristeza tomava conta de mim, pois havíamos conversado antes de acamparmos, que seria nosso último momento juntos.  Iríamos nos separar quando voltássemos daquele feriado de Carnaval.
As brigas eram muitas.  Havia ciúmes dos dois. E numa relação conturbada no meu entendimento,  não valia a pena investir.
Mas foi ali, onde acampávamos com outras famílias e uma elas era de pessoas evangélicas: pai e mãe, duas filhas casadas com seus respectivos maridos um filho solteiro e duas crianças. 
Enquanto as crianças brincavam com Jorge, eu observava aquela família tão harmoniosa, tão equilibrada e pude contemplar o brilho, não do sol, mas do Espírito Santo sobre aquela barraca.  Suas vozes soavam como cânticos do céu e seus louvores entoados por todos como num coral parecia trazer Deus para bem pertinho, só para ouvi-los.   E eu ouvia e sentia a presença de Deus ali e foi quando declarei: “É isso que eu quero para minha família.”
Foi então, que Adelaide, membro da “Casa de Oração” (Pr. Adolfo e Gilda), falou de Jesus para mim, num momento em que estávamos as duas caminhando pelas águas mais límpidas que já vi.  Ali, tomei a decisão de ter um compromisso firmado com Deus.  Sim, pois já havia conhecido Jesus aos 17 anos na então IPNV de Botafogo.
Declarava desde então para todos que era “evangélica”, mas isso também não é o bastante para tornar uma relação abençoada e feliz.
Voltamos para casa e como havíamos definido, nos separamos.  Eu engrenei minha vida com Cristo de verdade e Jorge... queria voltar, mas eu insistia que agora eu queria um homem de Deus para minha vida.
Resisti durante três meses a saudade, a vontade de estar junto daquele homem que era o amor da minha vida dizendo que eu agora queria um homem de Deus.  Que eu não queria sair para a igreja enquanto meu marido que sairia para beber com amigos.
Foi então que um dia ele pediu para conversar e disse: “se para ficarmos juntos eu preciso ser evangélico como você, eu vou para a igreja”.
Recomeçamos nossa vida, fomos congregar juntos na Igreja Nova Vida em Campo Grande na época, num salão de festas.  Nos primeiros cultos,  meu marido já começou a ajudar o pastor na obra de Deus pois a igreja era um salão alugado e precisava montar de desmontar a aparelhagem e transportá-la para casa do pastor da igreja,  em cada culto..
Um dia, cantamos no louvor  o hino “Ele é Exaltado” e quando vi, Jorge  chorava copiosamente diante de Deus e da congregação.  Ali eu soube que Jorge tivera um encontro real com Deus e que houve arrependimento dos seus pecados.  Ele foi tocado pelo Espírito Santo de e converteu seu caminho à Deus.
Depois, descobrimos que precisávamos casar, pois vivíamos apenas juntos.  Corremos logo com a documentação e casamos no sitio da Igreja Cristã Nova Vida de Marechal Hermes.  Isso nos possibilitou trabalhar na obra de Deus efetivamente como obreiros.  Desde então, assumimos um compromisso com Deus, de servir ao Seu Reino com excelência e responsabilidade, o que fazemos até hoje.
Muitas histórias eu teria para contar da nossa trajetória até os dias de hoje, mas esse foi só o início de uma vida cheia de aventuras e muito, muito abençoada por Deus.
Um grande abraço e bem carinhoso de
Soraya Barros

sexta-feira, 15 de junho de 2012

ELES QUEREM "IGREJAR"

Enquanto no Brasil há uma corrente para os crentes "desigrejarem" lá fora, onde não há liberdade, o movimento é o contrário: querem ter a liberdade de Igrejar...Deus nos ajude a aproveitar o privilégio que ,ainda temos, de nos reunir e congregar!!!!!!



__________

 junho de 2012
Amados,
Uma das lutas da Igreja Perseguida é a de ter liberdade de se reunir publicamente. Forçados a manter reuniões secretas, durante anos, muitos cristãos anseiam pela possibilidade de alugar uma sala e pendurar no lado de fora, uma placa onde se leia: "Igreja".

É por isso, que nos entristecemos quando vemos cristãos livres desprezando o privilégio de se reunir com outros irmãos, para adorar a Deus. No fim de maio, uma igreja metodista, no Cazaquistão, foi multada por se reunir no apartamento de seu pastor e, duas semanas depois foi obrigada a publicar um anúncio no jornal afirmando que eles haviam encerrado definitivamente suas atividades.

Será que os cristãos da Igreja Livre só sentirão falta da comunhão uns com os outros se, um dia, reunir-se para cantar e ler a Bíblia for um crime?

Que ao olhar para as enormes dificuldades da Igreja Perseguida em fazer uma reunião de oração, possamos valorizar a comunhão com os irmãos em Cristo.

Destaque

Portas Abertas oferece treinamento a cristãs vietnamitas
VIETNÃ (19º) - A vietnamita que chamaremos de Keiu foi seguida pela polícia quando veio se encontrar com Portas Abertas, na sua tumultuada cidade há alguns anos...

Governo impõe toque de recolher, após surto de violência, em Mianmar
MIANMAR (33º) - As autoridades de Mianmar se pronunciaram contra atos de "anarquismo" que ocorreram no dia quatro de junho, quando 10 muçulmanos foram espancados até à morte e dezenas pessoas ficaram feridas durante um protesto no Estado de Rakhine (Arakan), Noroeste de Mianmar...



VAMOS ORAR
Egito (15º) - Ore por tranquilidade entre os partidos que estão concorrendo às eleições. Por favor, ore também para que os partidos ajam honestamente, sem usar meios ilícitos para ganhar.

Cristãos perseguidos na África são assediados diariamente com propostas para se converterem ao islamismo. Muitos cristãos, por ignorância ou por falta de conhecimento, acabam cedendo a esses convites e trocando o cristianismo pelo islamismo.
Com R$ 12,00, você apoia os cursos de conscientização sobre o islamismo que são ministrados à Igreja africana.(doações são feitas para a instituição "Portas Abertas" contatos abaixo)

Muito obrigado!
Faleconosco:
Email: falecom@portasabertas.org.br
Telefone: (0--11) 2348 3330


quarta-feira, 13 de junho de 2012

DEUS É SÓ “Amor”?

  DEUS É SÓ  “Amor”?
Costumamos falar de Deus para as pessoas, exaltando suas características que cativam o ouvinte: Deus é amor, Ele é misericordioso, deu Seu Filho Jesus para morrer por amor de nós, Ele cuida, supre, carrega nossos fardos, está conosco na hora da tribulação etc. E é verdade. Porém, os conhecedores da Palavra de Deus, sabem que  Ele tomou atitudes conforme a situações que aconteceram, inquestionáveis e por que Ele é Soberano!
A Bíblia conta alguns episódios em que comprovamos essa afirmativa, como o dilúvio,  destruição de Sodoma e  Gomorra. Em ambos os casos vemos a degradação humana, a  inobservância dos preceitos de Deus e como resultado a ira de Deus destruindo os tais.
Temos também exemplos da ação de Deus  com pessoas  que  foram irresponsáveis com a obra de Deus como os filhos de Eli, Hofni e Finéias. Eles não tinham intimidade e conhecimento do poder de Deus; se alimentavam daquilo que não lhes era permitido comer, dos sacrifícios que eram dados a Deus além de desprezarem a salvação e o perdão do Senhor. Davam mal exemplo e ainda eram repugnantes na área sexual, pois se deitavam com mulheres em orgias sexuais à porta do Tabernáculo.
“Os filhos de Eli eram ímpios; não se importavam com o Senhor” I Samuel 2:12
“O pecado desses jovens era muito grande à vista do Senhor, pois eles estavam tratando com desprezo a oferta do Senhor” 1 Sm 2:17
Deus fala a Samuel, a respeito de Eli: “Pois eu lhe disse que julgaria sua família para sempre, por causa do pecado dos seus filhos, do qual ele tinha consciência; seus filhos se fizeram desprezíveis e ele não os puniu.” 1 Sm 3:13
No 1 livro de Samuel 4 de 16 a 20, vemos que os filhos de Eli morreram, e quando Eli soube da notícia caiu da cadeira e quebrou o pescoço.  A esposa de Finéias entrou em trabalho de parto, deu à luz morrendo em seguida.
Outro exemplo temos com Nadabe e Abiú, que foram mortos por terem entrado na presença de Deus com "fogo estranho" em seus incensários. As brasas tinham que ser tiradas do altar onde o cordeiro havia sido queimado e nunca de outro incensário.
“Nadabe e Abiú, filhos de Arão, pegaram cada um o seu incensário, nos quais acenderam fogo, acrescentaram incenso, e trouxeram fogo profano perante o Senhor, sem que tivessem sido autorizados. Então saiu fogo da presença do Senhor e os consumiu. Morreram perante o Senhor.” Lv 10:1e2

Mas não vivemos hoje na “Graça”?
Sim! Mas o que é essa “Graça”? Quantos estão realmente debaixo da “Graça de Deus”?  E quem não está sob essa “Graça”, está sob o jugo de quem?
O Apóstolo Paulo deixa para nosso entendimento em Romanos 3 de 21 a 26, o que é a “graça”. Paulo afirma ser Jesus o “dom gratuito” de Deus, Jesus é a Graça de Deus para nossas vidas.  Aquele que recebe o toque do Espírito Santo e confessa Jesus como único e suficiente Salvador, está sob a “Graça de Deus”.
Vale comentar, que a “Graça” é um favor imerecido, ou seja, recebemos a graça de Deus por causa de seu Filho Jesus e não por que  a merecemos!
A Graça de Deus se constitui numa “Nova Aliança”; isto que dizer que duas partes estão em questão, pois normalmente uma Aliança tem que envolver no mínimo dois interesses: Deus tem interesse em nos resgatar e nós devemos querer ser resgatados.  
Resgatados de que? Da morte eterna. Todos somos fadados a morte eterna pois todos pecamos e estamos destituídos da glória de Deus. Somos todos pecadores e para os que não estão cobertos com o sangue de Cristo, resta a morte.
 “Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.” Rm 6:23
  
Deus pesa a mão sobre os que não fazem com Ele esta aliança?
Não. Você é quem fica sem a cobertura Dele, não está debaixo de suas asas que é escudo e amparo (Sl 91). Você é quem fica a mercê do inimigo de nossas almas que vem com fúria sobre a sua vida roubar-lhe a paz, mentir e enganar para ver sua destruição pois ele ruge como um leão querendo devorar suas vidas.  E como satanás tem conseguido seu intento! Quantas vidas tem sido destruídas diariamente por ele. Basta ver os noticiários e quem ter amor ao ser humano sofre de ver tanta violência, tanta maldade, tanto desamor.
" Estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar."   1 Pe 5:8
E  para terminarmos esta reflexão, eu queria dizer-lhe que Deus é amor sim.  Somos nós que fazemos escolhas erradas para nossas vidas e que Ele é soberano e poderoso o bastante para cumprir o que está escrito em Sua Palavra:
 
“O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Ao contrário, ele é paciente com vocês não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento. O dia do Senhor, porém, virá como ladrão. Os céus desaparecerão com um grande estrondo, os elementos serão desfeitos pelo calor, e a terra, e tudo o que nela há, será desnudada Visto que tudo será assim desfeito, que tipo de pessoas é necessário que vocês sejam? Vivam de maneira santa e piedosa, esperando o dia de Deus e apressando a sua vinda Naquele dia os céus serão desfeitos pelo fogo, e os elementos se derreterão pelo calor. Todavia, de acordo com a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, onde habita a justiça. 14Portanto, amados, enquanto esperam estas coisas, empenhem-se para serem encontrados por ele em paz, imaculados e inculpáveis.”  II Pedro 3:9 a 14

Fale com Ele ainda hoje, entregue sua vida a Ele ou renove sua aliança feita anteriormente.  Deus  nos ama e é perdoador.  Reescreva sua história pois Ele dá a você esta oportunidade de recomeço. 
Lembre-se que:
"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna."
 Jo 3:16
E como esse fato, não há demonstração de amor maior!

Com muito carinho,
Soraya Barros


 


segunda-feira, 11 de junho de 2012

DESVENDANDO MISTÉRIOS


“Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” 1 Coríntios 2.9
Como é maravilhoso para os que crêem, descansar nesta Palavra.  Estes sabem que precisam viver os seus dias enquanto seres humanos o melhor possível. Há que se preparar para o futuro, estudando, fazendo cursos, melhorando na sua empresa, ou como pessoa nos seus relacionamentos, mas sabem que o melhor ainda está por vir.
Que pequenez seria se nossa expectativa fosse somente para tal: comer, beber, procriar  e morrer.(resumidamente é claro)
Alguns se perguntam qual o objetivo da nossa vida com tempo estimado em média de 70, 80 anos.  Quando sei que vou morrer um dia, o que me faz querer crescer e ser um ser melhor enquanto ser humano neste planeta? Que grande perda de tempo lutar e sofrer tanto para tudo se acabar no apagar da luzes?
 Propósito de Deus.
O propósito de Deus para nossas vidas antecedeu a queda do homem através do pecado.  Deus nos criou para sermos Seus.  Ele queria relacionar-se pessoalmente conosco, mas havia uma condição:  Era preciso que fôssemos obedientes.
No Jardim do Éden havia duas árvores especiais, a saber: a “árvore da vida” e a “árvore do conhecimento do bem e do mal”.
“E o Senhor Deus fez brotar da terra toda a árvore agradável à vista, e boa para comida; e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal.”Gn 2:9
De tudo que havia no paraíso, o homem podia se alimentar, inclusive da “árvore da vida”, que lhe garantia  “a vida eterna”.  Ao contrário, da “árvore do conhecimento do bem e do mal”, o homem não podia tocar.  Como poderia o homem ter vida eterna, sendo conhecedor do bem e do mal? O que seria da humanidade vivendo eternamente com tanta maldade como se tem visto através dos tempos.
Não tem como não tocar nesse assunto que está no auge das mídias, mas é bem ilustrativo para esse texto: O assassinato do empresário Marcos Kitano Matsunaga, chama a atenção pela brutalidade.  Não tão distante também lembramos do caso da morte de Eloá, Mércia Nacagima, Isabella Nardoni, Sandra Gomide e tantos outros.
Estaríamos vivendo um convívio diário e eterno com psicopatas como  o “maníaco do parque”,a “fera da penha”, “Champinha”,”Pedrinho matador” e outros.
Por esse motivo, quando Adão e Eva pecaram tiveram que ser expulsos do lugar onde havia a “árvore da vida”.  Eles não teriam mais acesso a ela e daí passamos a viver alguns números de anos e morrer. Morrer uma morte eterna e no pecado gerado pela descendência dos primeiros seres humanos da terra; Adão e Eva.
Esta explicação, é para podermos entender como nos separamos de Deus através do pecado. Com Seu amor infinito, elaborou o “Plano de Salvação” para que o homem pudesse estar junto a Deus novamente, e reaver a vida eterna.
Lembremos que inicialmente estávamos falando do “propósito de Deus”: Ele nos criou para se relacionar conosco, para que pudéssemos amá-lo, adorá-lo como o Criador amoroso, o Pai zeloso, o único Deus a quem devemos toda a existência.
A salvação em Jesus é a única maneira de alcançarmos o propósito, o objetivo de Deus para nossas vidas. Em Jesus, Deus expressa a vida que ele sempre desejou para todos nós.
“Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.” Romanos 8:29
Deus nos ama e nos considera como família.
Precisamos buscar ser igual à Cristo Jesus. Precisamos ser realmente “nova criatura” a partir do nosso encontro com Jesus, através do Espírito Santo de Deus que nos tocou com soberania para entrar nessa “família”, (família do próprio Deus).
Posso garantir-lhe que não estamos nessa terra para “tentar a vida”,nem “juntar tesouros”, embora enquanto estivermos aqui, devemos ser o melhor ser humano em todos os empreendimentos em que nos envolvermos.
Estamos aqui para buscar ser iguais a Cristo. O Apóstolo Paulo nos adverte:
“Sede meus imitadores, como também eu de Cristo.” 1 Co 11:1
Jesus nos diz:
“Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.” Jo 13.15(falava Jesus aqui sobre ser humildade  e amor ao próximo, servindo-o em obediência a Deus)
Jesus despiu-se da sua glória, sendo revestido da natureza humana. Ele queria nos ensinar sendo  “ser humano”,  que podemos ser como Ele.
Deixou-nos muitos exemplos de conduta para que o imitássemos. Tudo que Ele foi como homem, é possível para que o sejamos também.
“Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade.” Jo 1.14

Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até a morte, e morte de cruz!”Fp 2.5-8
A Palavra de Deus é coerente, é perfeita, é linda e eu a amo muito.  É Deus falando conosco!
Jesus foi irrepreensível como homem!
Ele foi submisso, humilde, era manso:  Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.” Mt  11:29
Ele tinha relacionamento com todos sem distinção.
“Vendo isso, os fariseus perguntaram aos discípulos dele: "Por que o mestre de vocês come com publicanos e 'pecadores'?" Mt 9.11
Era misericordioso:
Jesus não o permitiu, mas disse: "Vá para casa, para a sua família e anuncie-lhes quanto o Senhor fez por você e como teve misericórdia de você". Mc 5:19 
Ele foi justo e ensinava dessa forma:
Mas quando você der esmola, que a sua mão esquerda não saiba o que está fazendo a direita,” MT 6:3
Era íntegro e tinha um coração puro:
Aquele que é íntegro em sua conduta e pratica o que é justo, que de coração fala a verdade.”Sl 15.2
Exemplo de pacificador:
“Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor.”
Ele é a maior  demonstração de amor pelo próximo:
"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna." João 3:16
 E encerrando, veja que o propósito de Deus é nos ter como família, ligados a Ele através de Jesus. Para isso precisamos nos arrepender de nossos pecados, confessando-os a Deus e buscar ser melhores para esse Pai tão maravilhoso e que tanto nos ama.
Aí sim, poderemos sonhar com “o que Ele tem reservado para nós, aqueles que o amam e fazem a vontade Dele.
Carinhosamente,
Soraya Barros

quinta-feira, 7 de junho de 2012

HOMOSSEXUALISMO:ABOMINÁVEL AOS OLHOS DE DEUS

Temos visto tanta injustiça, tanta maldade, tanta corrupção e desigualdade social absurda. O sistema político, social e econômico que deveria nos respaldar; melhorando as condições de vida do cidadão, é usado como fachada legal para seus representantes cuidarem da sua ganânciade e enriquecimento próprio enquanto o povo fica cada vez mais desamparado sob todos os aspectos.
A inversão de valores morais e éticos, onde a Palavra de Deus é aviltada por homens em favor de uma classe (homossexuais) não existente por ordem e permissão de Deus; mas existente por escolha e desobediência de quem a faz.
 "Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.Deus os abençoou, e lhes disse: "Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra...!"Gênesis 1:27e 28
Era para o casal, homem e mulher conforme Deus determinou povoar a terra (só macho e fêmea são capazes de forma natural povoar a terra através da procriação) Era para o homem e a muher dominar, subjugar  a criação para seu benefício.  O que vemos são pessoas dominadas! Dominadas pelas mídias e suas induções que vendem ilusões em troca de felicidade. Pessoas descentes, de família aceitando as mentiras de satanás, como homossexualismo, menores de idade nas noitadas, como se fosse  tudo muito normal. Pessoas dominadas pelos vícios, pela concupciência da carne, fazendo-lhe todos os caprichos e desruindo sua integridade como ser humano.
Por outro lado, a violência desenfreada, a vida humana sem o menor valor, onde cidadãos de bem morrem por trocados; onde crianças estão sendo seviciadas e viciadas com drogas pesadas como o craque, tirando delas o direito de crescer e ser um adulto que possa fazer escolhas.
O tráfico tem tragado jovens de todas as idades e classe social. O sexo desenfreado tem  propiciado as  doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce, não planejada e indesejada.  Isso tem gerado abortos nas piores condições de higiene colocando em risco a vida de quem gera ou bebês encontrados nos lixos da cidade.  Muitas vezes ainda com vida.
As mães que ficam com seus bebês, normalmente sem pais, acabam na prostituição, nos sinais a mercê da sorte ou da morte.  Quando esses bebês, filhos de crianças e  adolescentes crescem e vão para as escolas,  chegam sem o mínimo de educação, respeito, higiene e até saúde.  São gerações de uma infância sem norte, sem nada. 
O desrespeito está presente dentro das escolas, com relação ao ,aluno que não vê mais no professor seu amigo, um exemplo a seguir.  Não por causa do professor, mas pela ausência de educação que eles tem, pois os pais os deixam ficar nas ruas, não acompanham seu desenvolvimento na escola e não educam seus filhos a respeitarem  as   pessoas mais velhas e as autoridades constituídas.
Também a sexualidade a que são expostas precocemente nossas crianças, tem feito de meninas ainda muito jovens sentir que são adultas, sensuais  e muitas fazem uso disso para sustento da própria casa.  E o pior que muitas, com consentimento da própria família! Não posso deixar de mencionar, os abusos sexuais e violência que muitas crianças na mais tenra idade tem sofrido e na maioria das vezes, dentro do núcleo familiar.
O número de mulheres que sofrem violência doméstica tem sido cada vez maior. Era de se esperar que a evolução da modernidade, tanta tecnologia, informação em tempo real, fizesse com que o ser humano avançasse nos seus conceitos sobre o direito do cônjuge, e não a idéia de posse sobre o outro.  As mulheres que tomam atitude de deixar seus parceiros, por que não os querem mais; muitas vezes por não agüentar mais apanhar, perdem suas vidas ou são mutiladas ou queimadas.
Já não saímos às ruas sabendo que vamos retornar à casa.  Quando beijamos nossos filhos e nos despedimos deles, não sabemos se vamos vê-los novamente.
Estou aqui colocando situações de uma realidade bem próxima a nossa, mas pelo mundo,  horrores tem acontecido.
A Etiópia, Quênia, Somália, Eritréia e outros, tem sofrido  forte seca agravando a fome e as dificuldades.  Cenas de crianças esqueléticas com moscas sobrevoando seus corpos ainda com vida, aqueles olhos fixos no nada, e urubus à espreita no entorno, apenas esperando seu momento; estão estampadas das revistas, nos slides que recebemos dos amigos e o mundo todo sabe bem disso. 
Temos  acompanhado mais de perto através do site “Portas Abertas”, os cristãos da Igreja Perseguida, nossos irmãos que precisam esconder sua fé para não serem mortos.

O mundo jaz no maligno!

“Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno. E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.” I João 5:19 e 20

    
Eu não posso mentir, enganar, disfarçar, camuflar, maquiar! Verdade é verdade!  Você crê  em Deus? É Cristão?  Então a Palavra de Deus é a verdade!
Desde que o homem pecou no Jardim do Éden, e de lá foi expulso, ficamos com a herança de um num mundo onde o pecado habita!  O pecado leva à morte do espírito, a decadência do homem, que fica cego é capaz de cometer as maiores atrocidades, como matar sua própria mãe, estuprar sua própria filha de quatro anos. O pecado que está nesse mundo em que vivemos é do maligno como diz a Bíblia mas a salvação, a separação dessa malignidade está ao nosso alcance e é Jesus, o Filho de Deus que veio nos resgatar.  Podemos estar nesse mundo que jaz no maligno, masjá aqui, depois de termos Cristo como nosso Senhor, fazemos parte do Reino de Deus e isso também não são palavras minhas. Veja as palavras que Jesus antes de ser crucificado falou para o Pai a nosso respeito:
Texto Bíblico: João 17.11b-19
“Pai santo, pelo poder do teu nome, o nome que me deste, guarda-os para que sejam um, assim como tu e eu somos um. Quando estava com eles no mundo,(os  cristãos que o reconheceram e o seguiram como Salvador) eu os guardava pelo poder do teu nome, o mesmo nome que me deste. Tomei conta deles; e nenhum se perdeu, a não ser aquele que já ia se perder(Judas que o traiu) para que se cumprisse o que as Escrituras Sagradas dizem. E agora estou indo para perto de ti.(Jesus sabia que iria ser morto na cruz) Mas digo isso enquanto estou no mundo para que o coração deles fique cheio da minha alegria. Eu lhes dei a tua mensagem,(a todas as pessoas) mas o mundo ficou com ódio deles porque eles não são do mundo,(nos que temos Jesus não somos do mundo) como eu também não sou. Não peço que os tires do mundo, mas que os guardes do Maligno. Assim como eu não sou do mundo, eles também não são. Que eles sejam teus por meio da verdade; a tua mensagem é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, eu também os enviei. Em favor deles eu me entrego completamente a ti. Faço isso para que, de fato, eles também sejam completamente teus.”(Jesus se sacrificou para que fossemos completamente de Deus) obs.:os parêntesis em negrito são esclarecimentos feitos por mim)
Não é maravilhoso saber que com todas as situações que vemos ao nosso redor, a degeneração da humanidade na sua moral ,na sua ética, no respeito ao próximo, no amor do mesmo, somos separados por Deus, através de Jesus para viver no Seu Reino desde agora até a  eternidade? Sim, devemos deixar de lado o preconceito, o pensamento sobre “o que vão dizer de mim agora que decidi ser crente”, e nos dobrar diante da verdade tão explícita para os que examinam as Escrituras sagradas. E só para encerrar, vejam:
“E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo.
Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus.
E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.” I João 4:14-16
Eu tenho muito carinho porvocê! 
Soraya Barros